Alterar tamanho da fonte:
Consultoria e Informações
Governo cria condições para organizar a acções de formação contínua na área de especialização de engenharia
Data de upload: 2018-01-23
  • Data: 2017-07-24

Descrição

A Lei n.o 1/2015 “Regime de qualificações nos domínios da construção urbana e do urbanismo” (adiante designada por “Regime de qualificações”) entrou em vigor há dois anos e os trabalhos a ela inerentes têm sido realizados de forma progressiva. O Conselho de Arquitectura, Engenharia e Urbanismo (adiante designado por “Conselho”) e a Direcção dos Serviços de Solos, Obras Públicas e Transportes (adiante designada por “DSSOPT”) para além de serem responsáveis pela acreditação, registos e tratamento de inscrições dos profissionais dessas áreas, têm-se empenhado em criar condições para que sejam realizados mais acções de formação, a fim de responder às suas necessidades.

Nos termos do “Regime de qualificações”, os engenheiros e arquitectos já inscritos necessitam de frequentar acções de formação contínua com duração global não inferior a 50 horas em cada período de dois anos. Até este momento o Conselho recebeu aproximadamente 600 pedidos de frequência em acções de formação contínua, entre os quais mais de 400 pedidos foram acreditados. O Conselho e a DSSOPT estão a colaborar numa série de acções de formação contínua em conjunto com o Centro de Produtividade e Transferência de Tecnologia de Macau e no futuro continuarão a criar condições para se organizarem mais cursos.

Até Junho do corrente ano, foram aceites um total de 2369 pedidos de acreditação e registo nos domínios da construção urbana e do urbanismo: 965 engenheiros civis, 389 arquitectos, 290 engenheiros electromecânicos, 270 engenheiros electrotécnicos e 252 engenheiros mecânicos (vide anexo 1). O número de profissionais inscritos é de 1316 (vide anexo 2).

De acordo com as disposições do “Regime de qualificações”, os residentes da Região Administrativa Especial de Macau que sejam titulares dos graus académicos exigidos e que tenham completado o estágio e obtido aprovação no exame de admissão, podem requerer o registo e acreditação. Segundo o prazo de vigência das disposições transitórias, o prazo para solicitar a dispensa do estágio e do exame de admissão terminou em 30 de Junho, deste modo, os respectivos pedidos não serão aceites. O Conselho está neste momento a preparar os exames de admissão e a elaborar os regulamentos administrativos complementares correspondentes. No que diz respeito ao estágio, há neste momento 70 pessoas a participarem e há 240 orientadores de estágio que já se registaram.

As informações respeitantes ao “Regime de qualificações” e ao Conselho estão disponíveis no site electrónico do Conselho (www.caeu.gov.mo). Para mais informações contacte-nos através do telefone (8590 3800), do correio electrónico (info@caeu.gov.mo) ou do fax (2852 4144).

Anexo 1:Número de profissionais inscritos até Junho de 2017

Áreas de especialização

Número de profissionais

Engenharia civil

965

Arquitectura

389

Engenharia electromecânica

290

Engenharia electrotécnica

270

Engenheiro mecânico

252

Engenharia ambiental

77

Urbanismo

53

Engenharia de segurança contra incêndios

18

Engenharia química

17

Engenharia de transportes

17

Arquitectura paisagista

16

Engenharia industrial

3

Engenharia de combustíveis

2

Total:

2369

 

 

Anexo 2: Número de profissionais inscritos até Junho de 2017

Área de especialização

Número de profissionais

Engenharia civil

575

Arquitectura

273

Engenharia electromecânica

193

Engenharia electrotécnica

113

Engenharia mecânica

135

Engenharia de segurança contra incêndios

8

Engenharia química

7

Arquitectura paisagista

9

Engenharia industrial

1

Engenharua de combustíveis

2

Total:

1316

  • Engenheiros e arquitectos inscritos que participaram em acções de formação contínua
    Engenheiros e arquitectos inscritos que participaram em acções de formação contínua
Subscrever